MEMÓRIA ESCRITA

Família e Amigos

 
Raquel e familia.jpg

SAUDADES

Renato, marido da minha mãe, pessoa alegre, generosa e bondosa!

Tivemos pouco contato com ele, mas o suficiente para sentirmos muito sua ausência e a ausência que é na minha vida de nossa mãe!

De qualquer modo, somos muito felizes em tê-lo conhecido e com certeza vamos reencontrá-lo!

Muita luz em seu caminho, Renato!! Sempre estará presente entre nós!

Raquel, Ronaldo, Davi e Elis, filhos e netos da Nilde

.
Amando 1.jpg

CONVERSAS IMAGINADAS


- E aí, Natão, como vai essa força?

- Um aço! Estou firme, um aço!!

- Que bom, fortão como sempre te conheci. Desde aquele dia em que a Giusi falou: "Vamos pra Campinas, você vai conhecer meu irmão". Lembro de uma amiga que dizia pro filho: "Legal a menina que você está namorando, só tem um porém, você precisa tomar cuidado com o Cunha." "Que Cunha?" perguntou o filho? "Ora, é o irmão dela, seu cunhado, você vai ver: parece um cara legal, mas é um vagau, um folgado; vai chegando de mansinho, dali a pouco vai pedir uma grana emprestada, depois mais um pouco, e no fim você vai acabar sustentando o cara!" Bom, a gente foi se conhecendo e concluí que quem tinha que tomar cuidado com o Cunha era você, e não eu!

Amando Siuiti Ito

Fernando e família.jpg

Renato, um homem de grande valor, uma pessoa maravilhosa que deixará saudade eterna!
Lamentamos não termos tido muito tempo para conviver mais com ele.

Fernando, Gisele e Felipe de Camargo Barros, família da Marenilde

.
Mariana e familia.jpg

Em tão pouco tempo o Renato G. G. Terzi conseguiu com sua alegria e seu carinho nos conquistar e arrebatar nossos corações, lamentamos o pouco tempo que passamos juntos mas ao mesmo tempo agradecemos a Deus por cada minuto que pudemos estar juntos.

Se foi como viveu, em Paz. Saudades.

Renato, Mariana, Joana e Joaquim de Camargo Barros, família da Marenilde.

.
Izilda 2.JPG

Ao receber o convite para prestar a minha homenagem, que ficará guardada no Memorial Virtual, ao Prof. Dr. Renato G.G.Terzi, pensei em várias maneiras de me expressar e, como sei que por parte de todas as Instituições a que ele esteve ligado o lado profissional será bastante exaltado, então resolvi abordar, um pouco, o lado pessoal do amigo e ex-orientador.

Izilda Esmenia Muglia Araujo

Sebastiao.JPG

Grande homem, grande amigo e mestre incomparável! Trilhamos juntos os caminhos da Medicina Intensiva por mais de 30 anos. Pessoa de uma grande capacidade de trabalho e liderança, sempre alegre, entusiasmado e otimista!!! Cumpriu sua missão neste mundo com todo o desvelo! Que Deus o tenha em sua Glória!!!

"Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis." [Bertolt Brecht]

O Prof. Dr. Renato G.G. Terzi será sempre uma pessoa IMPRESCINDÍVEL ...

Sebastião Araujo

.
Giusi 3.jpg

MEMÓRIAS DE MEU IRMÃO RENATO


Lembranças nossas, as mais antigas.


 Ele tinha oito anos quando eu nasci, era o fim da segunda guerra. Passados dois anos nossos pais emigraram para o Brasil em busca de um lugar para viver em paz, longe dos temores de uma nova guerra. Meu pai veio contratado como técnico gráfico, pela Cia Melhoramentos.

           

Pai, mãe, irmão, o avô materno e eu era toda a nossa família em Caieiras. O papel afetivo da família amiga e acolhedora dos Souza veio nos completar.

Giuseppina Terzi Ito

Olavo.jpg

RENATO TERZI E A EUTANÁSIA

Em 1995, em reunião caseira, Renato me falou sobre pesquisas que vinha realizando sobre o problema da Eutanásia que, para muitos, não passa de suicídio, com o que ele não se conformava e, por isso, convidou-me para participar de um estudo sobre o tema, pesquisando a legislação nacional e internacional.

Após algum tempo, chegamos a um entendimento sobre o tema e fizemos a defesa dele em congressos e conferências e, em 1996, redigimos um trabalho, que foi publicado pela Editora Ateneu, na série “Clínicas Brasileiras de Medicina Intensiva”, ano 1, volume 3, pgs. 319/333, sob editoria do Professor Doutor Maurício da Rocha e Silva, com o título de “Suporte Avançado de Vida: Até Quando?”.

Olavo Camargo Silveira

Luciane Coelho.png

AGRADECIMENTO
Convivi pouco com Renatão. Mas todos os encontros foram ótimos, um ser evoluído, alegre, de bem com a vida. Deixou um legado como poucos. Maravilha!!!!!

Luciane Santos Coelho

Saiba mais
Rosana Coelho.png

ALEGRIA
Renatão, como o chamava carinhosamente, sogro querido de meu irmão Marcelo. Tive a honra de conhecer e partilhar momentos alegres com ele em Campinas e Marataízes- ES. Sua positividade, alegria e sorriso solto eram marcantes! Seu carinho com os filhos e netos eram notórios e sua capacidade de nos fazer sentir da família com sua hospitalidade e simplicidade era ímpar. Deixa saudades mas a certeza que foi em paz e deixou uma família linda!

Rosana Coelho

Saiba mais