Izilda 2.JPG

Izilda Esmenia Muglia Araujo

Ao receber o convite para prestar a minha homenagem, que ficará guardada no Memorial Virtual, ao Prof. Dr. Renato G.G.Terzi, pensei em várias maneiras de me expressar e, como sei que por parte de todas as Instituições a que ele esteve ligado o lado profissional será bastante exaltado, então resolvi abordar, um pouco, o lado pessoal do amigo e ex-orientador.

Meus SENTIMENTOS por tão grande perda! Quando soube da sua partida, uma profunda tristeza tomou conta! Desde que soube o que fora diagnosticado, em abril/2020, respeitei o seu desejo! E, então coloquei-o nas minhas orações diárias, e assim foi a maneira de suportar este confinamento/isolamento social, com a esperança de um dia nos encontrarmos e conversarmos longamente como fazíamos, mas, não ocorreu! Ao saber que ele estava ao lado da filha, em casa e ela perguntou: “Está tudo bem pai? Ele respondeu: ‘Maravilha!’ Foi sua última palavra... Fechou os olhos e partiu." Conversei com o Sebastião e disse: esse era o nosso amigo Terzi!!! Estas informações proporcionaram o conforto e significado para o momento tão difícil!!! Mas, ainda assim fiquei desolada por não ter falado, pessoalmente, com ele, pois, respeitei o seu desejo!!!

O que desejo que saibam é que ele era um exemplo para todos os que estavam ao seu redor, para mim por tudo que aprendi com ele nos encontros, nos trabalhos, como orientanda, nas viagens junto com o casal Sebastião & Izilda, muitas lembranças de momentos divertidos e inesquecíveis e, muitas outras atividades conjuntas... meu ETERNO MESTRE! E, não poderia esquecer que ele tinha alguns bordões tradicionais: "Maravilha!", "Salve, salve Juventude!", "Bom dia juventude!" ... como também, o tratamento carinhoso, em alto e bom som onde me encontrava: Izillldiiinhaaaaa, como vai juventude? Fica um lindo legado, tenho certeza! E para encerrar, no dia 18/11/2019, ao acaso, nós nos encontramos numa loja de um dos Shopping de Campinas, quando contei a ele, onde e como o Sebastião estava (em Brodowski cuidando da mãe dele) e ele chorou pelo amigo! Minha última imagem dele! Mal sabíamos que seria a última vez que conversaríamos pessoalmente, o nosso último encontro!  Situações da vida!  O bordão MARAVILHA já fazia parte da minha memória sobre ele e agora será eternizado!!! Minha eterna gratidão, mestre TERZI!!! Izilda